Crie e visite lugares que seu filho deseje voltar

Com alma para ter calma
October 26, 2017
O amor que aprendi com a vovó Ara
November 1, 2017

Crie e visite lugares que seu filho deseje voltar

Pode parecer estranho pensar em lugares externos como forma de estabelecer vínculos, mas muitas vezes é só nesses momentos: férias, passeios, finais de semana que de verdade conseguimos nos esquecer da rotina que nos rodeia e observar melhor o nosso entorno e principalmente as nossas crianças. Então, que tal utilizar destes momentos para criar memórias que seus filhos se lembrarão com carinho para sempre?
Eu tenho um lugar destes memoráveis, é um parque estadual em Minas Gerais, chamado IBITIPOCA. Quando criança fui lá duas ou três vezes no máximo, mas foi o bastante para gravar experiências únicas e memoráveis em família. No último feriado quis apresentar este lugar para a minha filha e fiquei contemplativa me perguntando porque sempre desejo voltar ali. Porque aquele lugar deixou marcas tão fortes em mim?
Ao andar pelas trilhas lembrei-me das nossas caminhadas, dos meus irmãos e eu correndo na frente, explorando os caminhos diferentes, de apostar corrida, de curtir as diferentes quedas d’água, de sofrer com o frio da água, mas nem por isso deixar de entrar. Lembrei-me do cheiro do pão de canela, da broa. De colher amoras silvestres pela estrada. Observando o caminho, recordei minha fascinação pelas pedras brilhantes característica daquele solo. Do acampamento dentro do parque com os lobos guarás e da trilha de carro que naquela época também era desafiante.
Ao contemplar o horizonte pude perceber um pouco do que porque desta nostalgia. Estar ali era uma forma de sentir um pouquinho aquela alegria de infância, de resgatar alguns sentimentos que só quando crianças nos permitimos sentir, de não sentir medo de coisa alguma, nem do futuro, nem do que nos rodeia. De ter um espirito livre, desbravador sabendo que seu ninho está ali do lado e tem alguém olhando por você. Sempre alerta. E principalmente do sentimento de família, de estar curtindo este momento todos juntos e completos. Sem nenhuma interferência externa.

Estar ali recordando tudo isso me trouxe a dimensão do quão importante é criarmos estes lugares de acolhimento que não são propriamente a nossa casa, mas podem ser um ambiente de resgate e principalmente de frescor.
Este é meu lugar de lembrança, e o seu qual é? Compartilhe um lugar especial com a #costurandomemorias
Desejo que nossos filhos também possam ter este lugar de refúgio e resgate das suas memórias. Vamos costurar estas memórias?

Um abraço, Tabta Rosa

 

#viagem #memoriasafetivas #costurandomemorias #lembrancasdainfancia

Tabta Rosa
Tabta Rosa
Tabta Rosa, designer de formação, estilista por definição da vida profissional. Hoje tenta equilibrar os papéis de esposa do Du, mãe da Helena e ser empreendedora. Está diante de um novo desafio: trabalhar com propósito criando produtos e serviços com o objetivo de levar muito mais que funcionalidade, mas essência e impacto positivo nas pessoas. É romântica e sonhadora e acredita que o mundo será bem melhor se cuidarmos das nossas crianças.

Comments are closed.